Notícias

COSTA OESTE ASSUME A COLETA DO LIXO EM APUCARANA

COSTA OESTE ASSUME A COLETA DO LIXO EM APUCARANA

A cidade de Apucarana esta com a coleta de lixo regularizada, conforme a reportagem do Municipio http://www.apucarana.pr.gov.br/noticias/3019/costa-oeste-comeca-a-operar-coleta-de-lixo-em-apucarana.html

Desde da madrugada de hoje (24), Apucarana tem uma nova empresa responsável pelo serviço de coleta e transporte de resíduos sólidos domiciliares (lixo doméstico) até o aterro sanitário. Devido a reiteradas falhas no serviço, a Prefeitura de Apucarana decidiu não renovar o contrato com antiga prestadora e fez uma nova cotação de preço. A empresa que apresentou a melhor proposta foi a Costa Oeste Serviços de Limpeza Ltda, que foi contratada em caráter emergencial.

De acordo com Paulo Sérgio Vital, procurador jurídico do Município de Apucarana, o serviço vinha sendo alvo de muitas reclamações e, inclusive, deixou de ser prestado por alguns dias. “A empresa que prestava o serviço, a Ebepec, não estava executando adequadamente a coleta de lixo, sendo por duas vezes notificada pela interrupção. Por esse motivo, o Município decidiu não renovar mais o contrato, fazendo uma nova cotação para contratação de outra empresa”, esclarece Vital.

O procurador jurídico reforça que o Município vinha pagando rigorosamente em dia pelo serviço, mas a empresa não honrou as obrigações previstas em contrato. “O serviço já está sendo normalizado pela nova empresa e esperamos que dentro de uma semana seja restabelecida a rotina do bom serviço, com qualidade e pontualidade”, frisa.

A Costa Oeste Serviços de Limpeza Ltda apresentou o valor de R$ 132,54 por tonelada de lixo coletada e transportada. “O serviço será executado por cinco caminhões, um a mais do que a antiga prestadora. Além disso, haverá ainda um caminhão reserva. Cerca de 80% dos funcionários locais da antiga empresa foram recontratados pela nova empresa, pois já conhecem a rotina do trabalho e os trajetos”, completa Vital.

Mensalmente Apucarana gera cerca de 2,5 mil toneladas de resíduos domésticos. O serviço vem sendo prestado em caráter emergencial, pois o processo licitatório 69/2014 foi suspenso por ordem judicial. “Nesta licitação, a Ebepec ficou em primeiro lugar e a Costa Oeste em segundo. Há uma sentença de 1º grau, que desclassifica a Ebepec. Caso a decisão seja mantida pela Justiça, possibilitará a contratação efetiva por 5 anos da Costa Oeste”, ressalta o procurador jurídico do Município.

O gerente administrativo da Costa Oeste, Vanderlei Tomas, informou ontem que a empresa começou a trabalhar em ritmo acelerado, em dois turnos com 46 coletores e 5 motoristas. “Os veículos são dos anos 2014/2015 e nosso barracão está instalado na Avenida Curitiba, 90, na Barra Funda”, acrescentou Tomas.